2 de nov. de 2013

O avião despedaçado

Esse sonho foi bem grande, mas eu só lembro do clímax pra frente (q). 
Eu estava na casa da minha tia - havia um bom motivo para eu estar lá, mas eu definitivamente, não lembro - não estava só eu, estava toda a minha família. Maior diversão. Até que eu saí para o meio da rua e olhei pra cima. 
A casa da minha tia é a quilômetros do aeroporto, mas quando olhei para cima vi um boing 747 caindo no começo da rua.
Bem... ele não estava caindo. Estava perdendo altitude. Quando vi isso gritei pra todo mundo correr e o avião subiu de novo. Quando ele chegou bem alto, ele caiu. 
Ele não caiu como um avião cai, ele caiu como uma pedra cai. Totalmente em linha reta, na vertical. 
O avião caiu na minha frente, ao lado da casa da minha tia. 
Até que surgiu um PORTAL do outro lado da rua e seres brilhantes ficaram gritando "Corram para cá antes do avião explodir" (obs: o avião realmente caiu, se despedaçou, mas NÃO explodiu). Vendo aquela loucura eu corri para entrar no portal, mas ninguém da minha familia se quer tinha percebido que um avião tinha caído em frente de casa. Eu gritei, gritei, gritei, mas ninguém me ouvia. Aí entrei no portal e acordei."

(Por: Anônimo)


Nenhum comentário:

Postar um comentário