5 de ago. de 2012

Trocando de noiva


Eu caí de um viaduto, fiquei desacordado e, quando acordei, estava em uma casa desconhecida. Nessa casa, eu estava tipo preparando o meu casamento (?). Eu ia falar com a minha noiva, que eu não lembro quem era. Ela era toda arrogante e pedia pra eu organizar algo. A avó dela era rica e estava pagando todo o casamento. A casa onde a gente estava era enorme, escura, tinha muita cortina e era bem vazia. Lá, só estávamos eu, a noiva, a avó dela, um amigo que não sei quem é e um empregado. Aí eu ia ajeitar o que ela tinha me pedido, que era algo nas cortinas. Eu tinha que ficar subindo nelas ou em escadas pra ajeitar. 

A parte mais interessante é que toda vez que eu ia falar com a minha noiva, mudava a pessoa. Sempre que eu ia falar com ela, a noiva era outra mulher. Geralmente era alguém que já tinha ficado, mas outras eu não lembro quem eram. As primeiras eram meio fresquinhas e arrogantes, mas eu gostava delas. Uma me mostrou um "mapa" da minha família e depois mostrou um da família dela. Quando ela estava mostrando o dela, apontou para uma parte e disse que nessa parte da família havia um problema que não podia ser dito. Depois disso, eu ia ajeitar as cortinas mais altas, bem mais altas mesmo. Nisso o empregado pegava umas coisas lá pra eu subir e alcançar as cortinas.
Enquanto ele fazia isso, eu tirei um cochilo. Quando acordei a minha noiva já era outra pessoa.

Eu vi tudo preparado para eu subir e ajeitar as cortinas, comecei a subir e, como eu disse, a casa era muito grande, alta e escura. Eu subi um primeiro vão de escada/cortina e fiquei próximo de uma caixa d'água. Do lado dela, tinha uma escada com uns sapatos antigos meus e da minha noiva. Eu comecei a tirar os sapatos da passagem para que eu pudesse subir. A maioria dos meus eu reconhecia, mas os dela(s) eu reconhecia poucos. Pelo que eu entendi, o sonho passava no futuro. Eu peguei um sapato na mão e fui até uma borda onde ficava a caixa d'água, então falei pra minha noiva: 'Ei, não sabia que esse tênis estava aqui. Eu usava ele pra ir pra academia'. E ela respondeu: 'Pois é, faz tempo', nisso só ouvi a voz dela, não a via mais. Eu falei: 'Tive que comprar outro, achava que tinha perdido esse'. 
Quando ela respondeu dessa vez, eu conseguir vê-la. ela respondeu "O outro quem te deu foi sua tia, não foi?' Nisso ela era outra pessoa, já. Essa outra pessoa era minha última ex-namorada. Fiquei assustado e acordei.'

(Por: @HDamniel)

Nenhum comentário:

Postar um comentário